segunda-feira, 26 de setembro de 2022

Projeto “Curtas de Animação” volta à escola na zona rural de Valinhos/SP




A EMEB Professora Edina Aparecida Bampa da Fonseca, no bairro Reforma Agrária, na zona rural de Valinhos, está recebendo no mês de setembro o projeto cultural “Curtas de Animação”, com o Núcleo de Cinema de Animação de Campinas. São duas oficinas previstas na escola. Em cada uma delas, um grupo de alunos desenvolve um curta-metragem de animação. A primeira foi realizada entre os dias 13 e
20 de setembro. A segunda começa no dia 27 de setembro, e segue até 04 de outubro.

Na primeira turma, participaram 15 estudantes na faixa etária entre 11 e 17 anos. O resultado foi um curta-metragem sobre a história da professora que dá nome à escola, Edina Aparecida Bampa da Fonseca, numa adaptação livre, com traços de ficção. “Os alunos tiveram liberdade poética para criar detalhes adicionais a história original”, conta o cineasta e animador Mauricio Squarisi, co-diretor do Núcleo, e um dos profissionais que ministrou a oficina. O filme, um desenho animado, está em fase de finalização, mas você pode ver algumas imagens aqui:





A segunda oficina segue o mesmo formato de organização, com novos participantes, mas abrindo espaço para que alguns alunos que estiveram na primeira turma possam se aprofundar, repetindo a experiência, praticando e refletindo sobre as potencialidades da animação que é um segmento em alta, com vários campos de atuação e demanda crescente. 

Realizado em parceria com a Direção Cultura, o projeto Curtas de Animação foi viabilizado pelo Programa de Ação Cultural, da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo. Em outubro e novembro, estão previstas mais 04 oficinas, na Escola Municipal de Ensino Fundamental Dr. João Alves dos Santos, no Jardim Regina, em Campinas.

Veja cliques da oficina!








terça-feira, 13 de setembro de 2022

“História Antes de uma História” em cartaz no projeto Cine em Cena



O Cine em Cena Brasil é uma sala de cinema itinerante (na verdade, uma tenda de 200m²) que já passou por Hortolândia, Campinas e segue rumo a várias outras cidades paulistas.

Toda a estrutura é carregada dentro de um caminhão, utilizado como cabine de projeção. Similar a um cinema convencional, a sala possui 225 lugares, cadeiras com encosto e assentos com almofadas, ar-condicionado, tela de 26m2, sistema de som 5.1 e projeção digital 2D e 3D. Algumas sessões contam ainda com recursos de acessibilidade como tradução simultânea em libras, legenda descritiva e audiodescrição. 

E mais! As sessões são totalmente gratuitas e não é necessária a apresentação de ticket de acesso.

Uma das obras que faz parte da programação é o longa de Wilson Lazaretti, História Antes de Uma História.

A animação  mostra a trajetória de Dr. K, um velho senhor que gosta muito de caminhar. No decorrer de uma de suas andanças, ele acaba encontrando vários objetos que o ajudarão a desvendar os grandes mistérios da técnica da animação. Como um desenho animado aprende a ‘andar’? O que acontece quando uma personagem é criada sem um coração? O que animar primeiro: um ovo ou uma galinha? 



Confira a agenda das próximas exibições!



Tatuí

14/09: 7h30

Local de exibição: Campo de futebol “José aparecido Figueiredo” (Alemão) - Rua Dionísio de Campos Pedroso, s/nº - Bairro Santa Rita de Cássia

 

Capela do Alto

21/09: 10h

22/09: 10h

23/09: 10h

Local de exibição: Campo do Grude (CDHU) - Rua João Corrêa, s/nº - Bairro Areirão

 

Alambari

27/09: 9h

28/09: 15h

29/09: 15h

Local de exibição: Rua: João Gomes Fogaça - Tatetu



segunda-feira, 12 de setembro de 2022

“Curtas de Animação” agora em Valinhos



Setembro também é mês de “Curtas de Animação” pelas escolas públicas, desta vez em Valinhos.
Serão duas oficinas na EMEB Professora Edina Aparecida Bampa da Fonseca, no bairro Reforma Agrária, na zona rural de Valinhos, com Mauricio Squarisi, Beth Russo, Lucas Vega e Eduardo Virgilio. A primeira, de 13 a 20 de setembro, e a segunda, vai de 27 de setembro até 04 de outubro.


Cada oficina reúne grupos de cerca de 15 estudantes que, ao longo de uma semana, produzem um curta-metragem de animação em todas as suas etapas, passando pelo desenvolvimento do roteiro, story-board,  trilha sonora e toda a produção do filme, feito usando a técnica da animação em papel. Ao final, os filmes concluídos são exibidos para os estudantes, e também viram um DVD.


Realizado em parceria com a Direção Cultura, o projeto foi viabilizado pelo Programa de Ação Cultural, da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo. Em outubro e novembro, estão previstas mais 04 oficinas, na Escola Municipal de Ensino Fundamental Dr. João Alves dos Santos, no Jardim Regina, em Campinas.


Em agosto, passamos por Hortolândia, como você pode rever aqui.


segunda-feira, 5 de setembro de 2022

Lançamento: ‘Favela City’



O Núcleo de Cinema de Animação de Campinas reforça o convite do COMEC para a comunidade em geral participar no dia (06/09) do lançamento do desenho animado “Favela City”, no MIS – Museu da Imagem e do Som de Campinas, a partir das 14h30.

“Favela City” é resultado de uma oficina realizada pelo co-diretor do Núcleo de Cinema de Animação de Campinas, Maurício Squarisi com jovens que frequentam o COMEC - Centro de Orientação do Adolescente de Campinas (COMEC), com o apoio do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA).

O evento será aberto ao público, com entrada franca.

Para saber mais detalhes, basta acessar o site do COMEC: http://www.comec.org.br/.

O MIS-Campinas fica na rua Regente Feijó, 859, no centro de Campinas.


sexta-feira, 2 de setembro de 2022

Trinta anos depois, uma nova oficina de desenho animado com crianças indígenas

Depois de trinta anos, Wilson Lazaretti está de malas prontas para revisitar São Gabriel da Cachoeira/AM, município a pouco mais de 800km de Manaus, considerada a cidade mais indígena do Brasil, por abrigar 23 etnias diferentes.

De 02 a 08 de setembro, o fundador do Núcleo de Cinema de Animação de Campinas e professor do Instituto de Artes da Unicamp, realiza uma oficina de desenho animado  com crianças da Escola Estadual Irmã Inês Penha. Haverá uma segunda oficina para adolescentes e adultos na sede da Federação das Organizações Indígenas do Rio Negro (FOIRN).

A iniciativa conta com apoio ProEC -Pró-Reitoria de Extensão e Cultura da Unicamp, e da Associação Internacional para o filme de Animação (ASIFA). Embora Wilson esteja viajando sozinho, vários profissionais ligados ao Núcleo de Cinema de Animação de Campinas estão envolvidos neste projeto: Maurício Squarisi, Eliana Ribeiro, João Pedro Felipe Silva e Anselmo Carvalho.

A oficina permitirá que as crianças passem por todas as fases que a produção de um desenho animado exige. O filme produzido durante a oficina vai se somar ao trabalho de crianças de várias partes do mundo, como parte do projeto Futuro Sustentável, da Associação Internacional para o Filme de Animação (AWG-Asifa Workshop Group), uma entidade fundada há mais de 60 anos e que congrega animadores de mais de trinta países. Anualmente, ela propõe a realização de projetos específicos de animação. Cada grupo de crianças, dos diferentes países participantes, produz um curta de mais ou menos 2 minutos de duração, que depois será editado em conjunto com os demais trabalhos, construindo um filme só. O tema este ano é Futuro Sustentável e a montagem final está a cargo da Inglaterra, pelas mãos do animador David Bunting. Depois de concluído, o filme terá sua avant première no Harrogate Film Festival, na Inglaterra e ficará aberto para acesso pelas redes sociais.

“Pretendemos registrar o que as crianças indígenas da Amazônia querem dizer para todas as outras crianças do mundo sobre o futuro sustentável”, afirma Wilson Lazaretti. “A questão fundamental é, na verdade, aprender com os membros da localidade o que devemos fazer para assegurar um futuro sustentável e não apenas advertir a sociedade para que sofra menos ao enfrentar este grande desafio”, completa. 

De certa maneira, Wilson já fez essa pergunta há mais de 30 anos, quando passou 20 dias na cidade, junto de Mauricio Squarisi, numa oficina de animação com 35 crianças. O resultado foi o filme “´Çuikíri”, de 1991, uma mensagem de preservação:

(https://youtu.be/4MeEnkkQoD4)

E aqui, o making of:


https://youtu.be/9Mc94N_VAkg

Sobre as oficinas

As oficinas do Núcleo de Cinema de Animação de Campinas, que já passam de 2500 pelo Brasil e em vários outros países, com adultos e crianças, possibilitam aos participantes entenderem o processo de produção de um desenho animado, através de exercícios práticos, tanto do próprio desenho, quando da concepção de uma obra em animação, em todas as suas etapas.

“Entender o processo significa que o grupo estará apto a produzir filmes de animação próprios após esta oficina”, explica Wilson, que vai levar para as atividades uma mesa de luz e mesa de filmagem que serão doadas à FOIRN como estímulo a novas produções que os próprios participantes poderão tranquilamente produzir.

 

Dica: A UFAM – Universidade Federal do Amazonas – trouxe uma matéria bem legal sobre as oficinas. Leia o texto de Márcia Grana aqui.

quinta-feira, 1 de setembro de 2022

De volta às escolas: confira agenda de oficinas do projeto “Curtas de Animação”


Escolas municipais de Hortolândia, Valinhos e Campinas estão na agenda da nova edição do projeto “Curtas de Animação”, que começou em agosto e segue até final de novembro, em parceria com a Direção Cultura Produções.

Ao todo, faremos 08 oficinas. Cada uma delas comporta até 15 estudantes que, ao longo de uma semana, vão produzir um curta-metragem de animação em todas as suas etapas.

Em Hortolândia, são duas oficinas na E. E. Profª. Maria Cristina de Souza Lobo, no Jardim Nova Europa, acompanhadas por Wilson Lazaretti, Rafaela Moreira e João Pedro Felipe Silva, de 08 a 29 de agosto. Com patrocínio da ArcelorMittal Gonvarri, elas são viabilizadas pela Lei Federal de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet).

Sobre a ArcelorMittal Gonvarri Brasil: Constituída no ano de 2008 após a formação de uma joint venture entre a ArcelorMittal, maior fabricante de aço e uma das principais produtoras de minério de ferro do mundo, e a Gonvarri Steel Services, empresa líder global na transformação de aço e alumínio no mundo.



VALINHOS E CAMPINAS

O projeto das oficinas de Valinhos e Campinas foi viabilizado pelo Programa de Ação Cultural, da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo.
Em Valinhos, serão duas oficinas na EMEB Professora Edina Aparecida Bampa da Fonseca, na Vila Olivo, em Valinhos. A primeira começa no dia 13 de setembro e termina no dia 20. A segunda, vai de 27 de setembro a 04 de outubro, com coordenação de Mauricio Squarisi.
A Escola Municipal de Ensino Fundamental Dr. João Alves dos Santos, no Jardim Regina, será a sede das 04 oficinas em Campinas, no período de 18 de outubro a 28 de novembro.


terça-feira, 9 de agosto de 2022

Dia Internacional dos Povos Indígenas


O Dia Internacional dos Povos Indígenas, em 9 de agosto, é uma data criada pela Organização das Nações Unidas (ONU), em 1994.

Anos antes, em 1991, a equipe do Núcleo de Cinema de Animação de Campinas passou cerca de 15 dias em São Gabriel da Cachoeira-AM, junto com 35 crianças indígenas realizando um desenho animado sobre o Natal do ponto de vista dessas meninas e meninos.

O resultado da oficina foi o filme “ÇUIKÍRI”, que você pode ver aqui:


Com “ÇUIKÍRI”, as crianças da região puderam transmitir sua mensagem de preservação. Uma mensagem de esperança que continua atual e necessária, tantos anos depois.

Aqui você pode conhecer o making of: